sexta-feira, 9 de abril de 2010

Coitado do Lenin

Ontem visitamos o túmulo do Lenin (como todos os turistas de Moscou), mas confesso que achei a experiência bem estranha. O mausoléu fica na Praça Vermelha, encostado no muro do Kremlin . Após deixar câmeras fotográficas e celulares do lado de fora (isso é bem sério), passamos por detectores de metais e partimos para ver o espetáculo do presunto. Tá, esse comentário foi meio grotesco, mas é literalmente isso. O coitado do Lenin queria ser enterrado ao lado da mãe em São Petersburgo, mas acabou embalsamado na capital. Após sua morte em 1924 e um velório que mobilizou a população por semanas ao longo do inverno, Stalin decidiu que o corpo do líder comuna seria um ícone da revolução e contratou dois químicos para brecar o processo de putrefação. Hoje parece mais um boneco de cera do Madame Tussauds. 

Pelo menos quatro guardas que também parecem estátuas decorativas da tumba pedem silêncio e ordenam que as mãos geladas dos turistas sejam retiradas dos bolsos. Eu até entendo a demonstração de respeito e apesar de eu não ter nada de comunista (quem me conhece sabe) acho sim que as teses do Lenin e sua figura em si como intelectual merece certa reverência. Mas me soa tudo muito falso. Poxa, já o forçaram a ser um símbolo da eternidade e ele ainda está enterrado bem de frente ao GUM. Trata-se de um mega centro de consumo para novos ricos de Moscou, ultra requintado com marcas como Dior, Versace, Bulgari e por aí vai. Mas é bem em frente mesmo. Tá certo, o tal shopping já existia na era soviética, mesmo que com filas enormes e prateleiras vazias. Mas é peculiar sim sair do Armani Café e dar de cara com a casa da imortalidade leninista. Só faltava cobrar ingresso! Mas graças a Deus (e mesmo que ateu, qualquer camarada concordaria) ainda não tiveram essa ideia. 

Ao menos tiraram o corpo do Stalin da mesma tumba, que perturbou a paz de Lenin de 1953 a 1961! Mas isso só porque uma antiga Bolchevique chamada Madame Spiridonova sonhou que Lenin estava reclamando da presença de Stalin ao seu lado! Só tem maluco nesse lugar. Aliás alguém sabia que o nome do Lenin era mesmo Vladimir Ilych? Bom, tenho de admitir que ainda não vi nenhuma camiseta, chaveirinhos e essas parafernálias toda com a imagem do falecido. Será que não venderia ou é respeito mesmo?

Mais peculiar que tudo isso é assistir ao show do Bon Jovi logo depois do discurso do Gorbatchev nas comemorações dos vinte anos da queda do muro de Berlim! (http://picasaweb.google.com/reginacazzamatta)

Obs.: a foto não é minha. A temperatura por aqui já está bem mais simpática.



3 comentários:

Natalia disse...

Tô achando o máximo acompanhar vcs por aqui. Morrendo de saudades !!! bjos, Natalia

Lícia disse...

nossa...lembra disso??rs... aeee.gorbatchev depois bon jovi....e muitaaaa chuva!!! mas mesmo assim é um dos eventos que nunca esquecerei!!! aproveitem a viagem!!!

ReginaCazzamatta disse...

Oi Lícia, e como lembro! Não sei como você sobreviveu aquele frio e aquela chuva só com um casaco! Isso que é ser fã do Gorbachev viu! heehe
Bjos, se cuida!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...