quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Alemanha de Norte a Sul: Passeios pelo Elba em Hamburgo



My Movie from Regina Cazzamatta on Vimeo.

Não tem jeito. A melhor maneira de conhecer o porto de Hamburgo e as margens da Hafencity é mesmo de barco. Fato que já dá para perceber pela quantidade de passeios e tours oferecidos ali na Landungsbrücken. Embora a tentação seja grande, qualquer local diria que não há necessidade de pagar uma excursão extra para navegar pelo rio. Basta comprar um tíquete diário de transporte normal e embarcar no ferry 62. Então é só admirar às margens recheadas de prédios de arquitetura arrojada, casas de espetáculo com famosos musicais e as “praias” do Elba.

Esse vídeo do percurso foi gravado na última semana de agosto, então não vale se irritar se o tempo não colaborar com você em qualquer outra ocasião. Faço este post só para matar as saudades do verão nórdico. Pessoas de biquínis, chinelos e sacolas de plástico seguem com o ferry para as conhecidas praias de Hamburgo. Uma das minhas favoritas, aliás, e a Strandperlen. E, atenção, para não ser acusada de propaganda enganosa, vou logo jogar a real. Estamos falando de um punhado de areia à beira do rio. Cheio de pedras, que nos fazem tropeçar ao entrar na água gelada de dar câimbras. Pra quem pensa no nordeste brasileiro, na costa amalfitana, Capri ou nas praias da Indonésia, vai achar que estou de sacanagem. Mas, para quem pretende tomar um sol, ler na areia e ver o saçaricar de containers da Hamburg Süd no Elba, dentro da cidade, sem ter que debandar para o Ostsee, essa é uma opção sim. E ainda dá para ir ao quiosque buscar um vinho branco geladinho, ver o pôr-do-sol e caminhar à beira mar (ok, rio).
Tem alguns bares em St. Pauli, em frente ao Elba, que tentam reproduzir o clima praiano com quiosques de palha, mesas de madeira, espreguiçadeiras e tanques de areia. Mas, sem água, piscina ou coisa que o valha. Apesar de legal, paga-se bastante pela vista. Um dos exemplos mais conhecidos é o Strand St. Pauli. Há restaurante normal, à la carte, mas conforme a tarde vai chegando, os balcões dos bares espalhados pelo misto de bar-restaurante-balada vão abrindo. Na hora do almoço, há até quem trabalhe com laptops em uma mesa na sombra. Com o anoitecer, a coisa fica mais agitada. A combinação perfeita é almoçar por lá e escapar para o Strandperlen! Pelo menos para os mais sossegados.
Volte com o ferry mais ou menos logo após o pôr-do-sol, para ver a Hafencity toda alaranjada com o cair da noite. Mesmo não sendo uma praia de verdade, tem seu charme – os barcos iluminados, o avermelhado dos raios solares refletindo no Elba e o ventinho que começa a refrescar.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...