quarta-feira, 11 de abril de 2012

Um outro olhar (2)


Por que as pessoas não podem ser enterradas em um vale? Essa pergunta deveria ser respondida num post anterior  quando contei as esquisitices que já presenciei em cemitérios: http://pekuliaridades.blogspot.de/2012/03/um-outro-olhar.html. Mas à época ainda não tinha deparado com tal questionamento do cronista Miljenko Jergovic em seu livro “Sarajevo Marlboro”. Também não havia visitado a capital da Bósnia- Herzegovina e escalado montanha acima para lembrar do texto e refutar a ideia inicial de que o autor é um "xarope".
Os cemitérios em Sarajevo ficam, em geral, nas montanhas que circundam a cidade. A vista é sempre muito bonita. Lá de cima é possível narrar toda a vida do falecido e apontar tudo o que aconteceu: a padaria que ele trabalhava no bairro de Grbavica, a casa em que morou com a esposa em Kovacici e outras peripécias vivenciadas na região. Assim, somente as crianças, que não tem uma longa história de vida a ser contada ou trapaceiros e ladrões que precisam esconder seus feitos são enterrados no vale. Observação que só faz sentido mesmo para a geografia de Sarajevo. Então tá!.
Eu não ando perseguindo cemitérios, mas é que há tantos na cidade que é praticamente impossível não parar em um deles. As campas também são ligeiramente diferentes. Nunca estive num cemitério islâmico e apesar de detestar tumbas, achei o retângulo branco com uma pequena pirâmide em cima relativamente bonito (Foto). Mas estranho mesmo é perambular pelas tumbas e ver que praticamente todo mundo morreu entre 1992 e 1995, durante a guerra da Bósnia. Só em Sarajevo foram 11.541 vítimas. É uma imensidão de túmulos com essa data. E como não havia espaço suficiente, as tumbas foram cavadas em parques e até mesmo estádios de futebol. As passagens do Alcorão cravadas na pedra são às que se referem aos mártires. 
Hoje os Bosniaks já podem subir as montanhas e contar a história de seus mortos, apontando os pontos da cidade. Durante a guerra até mesmo a cerimônia de sepultamento era complexa. Quem quisesse enterrar seus amigos e familiares tinham de fazê-lo à noite para não ser atingido pelos atiradores de elite escondidos nas montanhas. Para todas essas 11.541 pessoas que repousam sobre as montanhas de Sarajevo, ocorreu um concerto no dia 06 de abril (sexta-feira passada), data em que começou o conflito há vinte anos. Não dava para ver ninguém nas 11.541 cadeiras em frente ao palco, mas vai saber se elas, de fato, não estavam por lá! 


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...